.Nota Importante

Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

RIO MAIOR

 

 

RIO MAIOR, vila das conhecidas e famosas minas de sal gema

localização:
freguesias:Alcobertas Arrouquelas Arruda dos Pisões   Asseiceira Assentiz  Azambujeira Fráguas   Malaqueijo Marmeleira Outeiro da Cortiçada Ribeira de São João Rio Maior São João da Ribeira  São Sebastião
área: 273,0 km2  população:21 524 habitantes
sede do concelho
feriado municipal em 6 de Novembro

 

   

   

Características: Delimitado a Norte pela Serra dos Candeeiros, possuindo a Sul planícies típicas da paisagem ribatejana, é uma Importante região agrícola e industrial e centro de extracção de sal que remonta aos tempos da nacionalidade. Nas marinhas de sal pode observar-se a labuta da extracção conservando ainda todos os aspectos de antigamente.

Gastronomia: Bife de novilho, Galinha com nozes e vinhos de óptima qualidade.
Doces: Pão-de-ló.

Locais a visitar:
Igreja Paroquial (séc. XVII);
Igreja da Misericórdia (séc. XVI);
ruínas do Castelo;
Biblioteca-Museu; parques e jardins;
Fontanário do séc. XVIII,
Caves de Vinho.
Nos arredores:
A serra dos Candeeiros,
As Salinas e suas casas típicas.
 No lugar de Alcobertas:
Igreja Matriz (séc. XIV-XVIII),
Anta (Paleolítico);
no lugar de Azambujeira:
Pelourinho 
Igreja Matriz (séc. XVII). A serra dos Candeeiros, as Salinas e suas casas típicas.

Festas:
Feira anual da Cebola
Feira das Tasquinhas 
semana Gastronómica.

sites a visitar:

www.cm-riomaior.pt/

www.anmp.pt/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Maior

www.riomaior-cidadeviva.com/

 

Ao longo das salinas encontramos um conjunto de rústicas casinhas de madeira que actualmente servem de residência de férias,  de comércio artesanal e de atracção turística, onde se pode adquirir o sal produzido neste local.

 
   

HISTÓRIA SOBRE RIO MAIOR

Artefactos de diferentes períodos da pré-história, com destaque para o paleolítico superior (25.000 b.p. – Vale de Óbidos) e neolítico
(5.000 b.p. – Anta de Alcobertas) e também as presenças romana e
árabe, testemunham que estas terras são há muito atractiva quer pela produção de cereais quer pela exploração mineira, muito em especial a de sal-gema, (7 vezes mais salgado do que a água do mar) unicas existentes em Portugal. O sal provém de uma mina de sal-gema, muito extensa e profunda que é atravessada por uma corrente de água subterrânea.
Desde há 8 séculos que o sal é explorado em tanques de diversas formas que, na Primavera, depois de cheios com a água salgada, originam verdadeiras pirâmides de sal.
A Villa Romana, implantada à beira do rio no início do séc. III, constitui o núcleo a partir do qual se estrutura a aldeia, a vila e hoje cidade de Rio Maior. 
A presença moçárabe, mais nítida nos Silos e Forno Cerâmico, na freguesia de Alcobertas,
espelha a  ligação e o interesse desta civilizações na região.

Com a fundação de Portugal a  região é disputada por vários poderes, desde a Ordem Militar dos Templários (1146) à Ordem Monástica de Alcobaça (1153) passando pela autoridade Régia e em 1836, foi institucionalizado o Concelho de Rio Maior.


publicado por Arth-wr Limma às 20:37
link do post | comentar | favorito

.Nota Importante

."Arth-wr Limma" meu pseudónimo

.favoritos

. ACORRENTADOS

.as minhas fotos

.arquivos

. Outubro 2007

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds